“Não nos consideramos injustiçados” diz Restart em coletiva

Foto: Rodrigo Takeshi